Eucaristia, fonte de vida

Quando você pensa em “fonte” qual imagem te vem na cabeça? Um fonte clássica com anjos barrigudinhos e seminus? Uma fonte em pedra para servir de ponto de encontro para todos que querem beber dela?

E se eu te perguntar qual a fonte de alegria e força da Igreja? Você saberia reconhecer em um pequeno pedaço de pão tudo aquilo que precisamos para ter o céu em nossa vida?

Talvez nunca tenha percebido, mas a fonte da vida da Igreja é a EUCARISTIA. Para o doente, cura. Para o são, força. Para quem tem fome, alimento. Para o vocacionado, serviço.

Jesus quis se fazer pequeno e escondido no sacramento se dá a nós. Como diz Santo Agostinho “Ele se esconde porque quer ser procurado”.

Existe uma força descomunal que nos arrasta para a Eucaristia. Essa força é Cristo.

“Isto é o meu corpo” não é um figura de linguagem. “Isto é o meu sangue” não é uma representação, mas um memorial vivamente atual e presente no meio de nós, hoje.

Temos que aprender a valorizar Jesus que faz presente aqui pelas mãos dos sacerdotes. Precisamos reconhecer que esse amor deve ser consumido por nós como ensina São João Maria Vianney dizendo que “Cada Hóstia consagrada é feita para se consumir de amor em um coração humano”.

Devemos aprender a preparar o nosso coração para receber o Senhor e deixá-lo fazer a sua morada, aprendendo com Santa Teresa D’Avila que ensina: “É pelo preparo do aposento que se conhece o amor de quem acolhe o seu amado”.

Devemos aprender com São Francisco de Sales que deixa o ensinamento: “Duas espécies de pessoas devem comungar com frequência: os perfeitos para se conservarem perfeitos, e os imperfeitos para chegarem à perfeição”.

Temos que ser atentos como São João Bosco que dizia “Não omitais nunca a visita a cada dia ao Santíssimo Sacramento, ainda que seja muito breve, mas contanto que seja constante”.

Hoje (quinta-feira) temos Jesus exposto em diversas paróquias em todo o país. Já visitou Jesus e lhe 10 minutos de companhia hoje? E nesta semana? E neste mês?

Como podemos pensar que viveremos na eternidade com Ele se “HOJE não tivemos tempo para” Ele?

Queremos o céu como “prêmio” por não ter feito nada. “Nunca matamos, nunca roubamos, nunca mentimos… Então vamos para o céu”. Esquecemos que nunca adoramos, nunca fomos fiéis, nunca demos a devida atenção ao Nosso Senhor…

Te convido a nesta semana fazer companhia ao Senhor. Ele está no sacrário no caminho do seu colégio/faculdade. Na rua de trás do seu trabalho. Na frente do restaurante que você almoça. Faça uma visita. 10 minutos, todos os dias. Se ajoelhe, reze, peça, agradeça, clame, chore ou apenas escute o que ele fala diretamente ao seu coração.

Maria Regina Caeli intercedenti

Ajude-nos a Evangelizar. Compartilhe este post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *