Dom Bosco – O Amor pelos jovens nos planos de Deus

Já pensou na dificuldade de vida de quem nascendo pobre “vence” na vida?

Já pensou na dificuldade de quem nascendo pobre, fica órfão de pai e “vence” na vida?

Já pensou na dificuldade de quem nascendo pobre, fica órfão de pai, com a mãe analfabeta e “vence” na vida?

Já pensou na dificuldade de quem nascendo pobre, fica órfão de pai, com a mãe analfabeta e “vence” na vida e ajuda MILHARES DE JOVENS até hoje no mundo?

Já pensou na dificuldade de quem nascendo pobre, fica órfão de pai, com a mãe analfabeta e “vence” na vida e ajuda MILHARES DE JOVENS até hoje no mundo e VENCE PARA A VIDA ETERNA?

Sim. A história de Dom Bosco aponta aos Céus. Não podemos deixar de admirar a sua trajetória e sua obra, mas hoje, quero convidar nossos amigos e leitores a ver como isso tudo aponta em uma direção: Deus.

Ser pobre não é defeito, mas indiscutivelmente dificulta o acesso a muitas coisas básicas como educação, cultura, saúde. Essa dificuldade e privação também passou Dom Bosco. Experimentou aquilo que é muito comum para a grande maioria das pessoas. Mas isso não o impede de trabalhar e com muita honra se manter em dignidade. Isso aponta à Deus. Essa vida e experiência de privação impulsiona o Jovem João a não ser egoísta e “vencer” sozinho.

Quando perde o pai aos dois anos experimenta a privação material e paterna. Uma grande dificuldade, uma grande força. João vai trabalhar e tem diversas profissões NUNCA deixando Deus e sua mãe e irmãos.

Como sua mãe era iletrada, a formação acadêmica era um desafio maior, umas vez que deveria trabalhar e dar auxílio à família que sofriam como muitos pelas dificuldades que a vida lhe impunha, mas João sempre mantinha em seu coração a chama de Deus acessa.

Ao ser ordenado, começou um trabalho com meninos de rua. Ensinando-os sobre Deus, a fé e um ofício digno. Como disse, o “vencer” na vida de Dom Bosco não foi limitado a sua própria dificuldade, mas colocou-se ao serviço do próximo. Muitos pensam em vencer para ter sua vida, seu emprego, seu carro, “seu… Seu… Seu…”. Dom Bosco nos ensina que vencer é mais que isso. Esse trabalho que foi a semente dos Salesianos (Homenagem a São Francisco de Sales, conhecido pelo cuidado e delicadeza com as pessoas) criou-se uma grande rede de benfeitores. Sim, o menino que sofreu com a ausência de oportunidades deu oportunidades a muitos outros. Isso é VENCER.

Hoje, Dom Bosco que foi aclamado pelo Papa João Paulo II como o Pai e Mestre da Juventude, intercede pela Juventude de Justo de Deus. Intercede e nós  agradecemos a Deus a oportunidade que nos deste de admirar sua obra na vida desse grande homem de Deus.

Aprendamos que “vencer” sozinho é perder. A nossa Vitória está, sempre no Nome do Senhor. Deixemo-nos que suas obras sejam feitas em nós e certamente seremos verdadeiros vencedores.

“Prometi a Deus que até meu último suspiro seria para os jovens.” (Dom Bosco)

Maria Regina Caeli intercedenti

Ajude-nos a Evangelizar. Compartilhe este post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *