Lectio Divina- Solenidade de Maria Mãe de Deus

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

 

Iniciamos o ano civil no último dia da Oitava de Natal (oito dias que se seguem da celebração natalina) e iniciamos onde havíamos parado – no Nascimento do Menino Deus.

 

A Igreja em sua liturgia nos mostra um novo ângulo sobre esse fato. O olhar de Maria sobre o nascimento de seu filho e Salvador nosso. Deus envia Seu Filho por uma mulher sujeito à Lei para salvar a todos nós que estamos sujeitos à Lei e Ele voltará. Essa foi toda a temática do Advento, mas na narrativa de São Lucas, essa percepção é interna, individual, pessoal, íntima de Maria. São Lucas, certamente, contou com o auxílio de Maria para saber essa informação, afinal, como poderia saber que ela estava a meditar sobre o Salvador em seu coração? Ignorar Maria na vida da Igreja é ignorar a Porta da Salvação aberta por Deus ao seu povo.

 

Neste primeiro dia, ouvimos na Santa Liturgia a benção de Deus (Nm 6, 22-27) que se repete no Salmo (Sl 66), mas essa Benção se faz presente no seio da Virgem que em seu SIM foi serva e portadora da Benção.

 

A Virgem Maria é a mulher que aceitou ser mãe do Salvador. Pedimos que ela nos ensine a servir, calar e meditar esse grande mistério.

Por Marco Antônio

Leituras:

Números 6,22-27

Salmo – Sl 66,2-3.5.6.8 (R. 2a)

Carta de São Paulo aos Gálatas 4,4-7

Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 2,16-21

 

Maria Regina Caeli intercedenti

Ajude-nos a Evangelizar. Compartilhe este post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *