Semana Santa – Quarta-feira

Quarta e quinta palavra de Jesus pregado na cruz

 

I. Prel.: – Imaginemos ver Jesus na cruz, entre as trevas que cobrem a terra à hora do meio dia.

II. Prel.: – Peçamos vivos sentimentos de amor e compunção.

 

Desde a sexta hora (meio dia) até à hora nona (3 da tarde) difundiram-se trevas por toda a terra (Mat., XXVII, 45)

 

CONSIDERAÇÕES: – Estas trevas miraculosas, prolongadas durante as três horas que Jesus esteve vivo na cruz, não podem explicar-se por lei natural, pois a Páscoa dos judeus coincidia sempre com a lua cheia, circunstância que torna impossível qualquer eclipse do sol. Era, evidentemente, um novo milagre, que a todos impressionava. Insesiveis ficaram, contudo, os judeus diante deste milagre, como diante de todos os mais que tinham precedido ou acompanhado a morte do Messias, ainda que todos houvessem sido claramente preditos como outras tantas provas da sua vinda.

APLICAÇÕES: – São Gregório Magno faz a este respeito uma reflexão admirável sobre o abismo da cegueira a que o homem pode deixar-se arrastar: “Todos os elementos, diz ele, atestaram a seu modo a vinda do Criador: os céus delegando uma estrela, no dia do seu nascimento; o mar, solidificando-se sob os seus pés, o sol escurecendo-se, a terra tremendo, as rochas fendendo-se por ocasião da sua morte, os Limbos deixando livre os que tinham cativos, e apesar disto, os judeus, mais duros que as rochas, conservam-se obstinados na sua cegueira!… Ai! E porque há-de haver tantos cristãos, com o coração pervertido pelo pecado, que dão ao mundo o espectáculo duma cegueira e empedernimento não menos estranho e deplorável?

AFECTOS: – Agradeçamos a Deus que nos tirou do poder das trevas, como se exprime a Apóstolo, e nos passou para o reino de seu Filho amantíssimo (Col., I, 13). Peçamos uma grande desconfiança de nós mesmos.

PROPÓSITOS: – Peçamos com frequência pela conversão dos judeus e de tantos povos que estão ainda nas trevas e sombras da morte (Ps., VI, 10).

FONTE: MEDITAÇÕES PRÁTICAS PARA TODOS OS DIAS DO ANO SOBRE A VIDA E DOUTRINA DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO,
P. BRUNO VERCRUYSSE, S.J.
LIVRARIA APOSTOLADO DA IMPRENSA, 1950
Ajude-nos a Evangelizar. Compartilhe este post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *