Quinta semana da Quaresma – Terça-feira

JESUS NO CALVÁRIO É DESSEDENTADO COM FEL E DESPOJADO DOS VESTIDOS

l. Prel.: – Contemplemos Jesus no meio dos verdugos que lhe arrancam os vestidos.

II. Prel.: – Peçamos a graça de crescer no amor a Jesus que sofre por tantos modos e com tanto amor por cada um de nós

 

E chegaram ao lugar que se chama Gólgota, que quer dizer lugar do Calvário (Mat., XXVII, 3)

 

CONSIDERAÇÕES: – Este Lugar, que o Filho de Deus escolheu de preferência para consumar o sacrificio, está cheio de mistérios: é o mesmo que Deus designou ao patriarca Abraão para sacrificar o filho Isaac, o mesmo que os judeus haviam escolhido para execução dos grandes criminosos, o mesmo em que, segundo a tradição judaica, Noé havia sepultado a cabeça de Adão, que levara consigo na arca. Daqui vem o nome hebreu Gólgota, que significa crâneo ou cabeça. A atenção dos quatro Evangelistas em citar textualmente a palavra hebraica a par da grega latinizada Cranium, lugar do Calvário, parece autorizar esta tradição, que passava por incontestável entre os judeus, como o atestam Tertuliano, Orígenes Santo Atanásio, com a maior parte dos primeiros Padres da Igreja.

APLICAÇÕES: – Meditemos estes mistérios, que encerram instruções bem úteis: Jesus, recordando-nos o sacrifício de Abraão e de Isaac, faz-nos compreender todo o amor e agradecimento que devemos a Seu Pai e a Si próprio por ter realizado sacrifício figurado pelo santo Patriarca e por seu filho; depois, escolhendo o lugar destinado à execução dos criminosos, recorda-nos que morre pela expiação dos crimes do mundo, de cada um de nós, e,se morre sobre i túmulo que contém as cinzas do nosso primeiro pai, é para significar que morrendo destrói o império da morte na sua origem e restitui o direito à vida eterna.

AFECTOS: – Admiremos, louvemos, adoremos o maravilhoso e amável proceder da Providência, em circunstâncias em que talvez nunca havíamos reparado.

PROPÓSITOS: – Procuremos ver a Providência em todas as particularidades da vida e em tudo o que diariamente se passa à nossa vista.

FONTE: MEDITAÇÕES PRÁTICAS PARA TODOS OS DIAS DO ANO SOBRE A VIDA E DOUTRINA DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO,
P. BRUNO VERCRUYSSE, S.J.
LIVRARIA APOSTOLADO DA IMPRENSA, 1950
Ajude-nos a Evangelizar. Compartilhe este post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *